Produção Acadêmica

Produções

Conheça, aqui, as publicações acadêmico-científicas da Faculdade CCAA, todas elas disponíveis para você no formato PDF.

DOCUMENTA

- A revista dá ênfase aos Estudos Contemporâneos em Comunicação e privilegia a investigação de temas como novas tecnologias e convergências dos meios; práticas discursivas e construção identitária na mídia, e estética e linguagens visuais, sempre à luz de considerações de natureza ética. Essas reflexões podem ter os formatos de artigos, ensaios, relatos ou resumos de pesquisas e teses na área da Comunicação. Cada número da publicação pode privilegiar um tema, em torno do qual deverão versar os trabalhos.


INTERSIGNOS

- A revista procura destacar os diversos temas que fazem parte do contexto da Língua Portuguesa e das Línguas Estrangeiras e respectivas literaturas, dos estudos multiculturais, dos cursos de Licenciaturas, e a inserção das novas tecnologias no cenário linguístico-educacional, trazendo reflexões que permitam oxigenar as discussões na área. Para ler a revista Intersignos (volume 4), clique aqui.


PRAGMÁTICA

- A revista abre um espaço para abordagens múltiplas de discussão e questionamento com o propósito de colaborar com a difusão da relação entre concepções acadêmicas e experiências práticas. Os trabalhos podem ter os formatos de artigos, ensaios, relatos ou resumos de pesquisas ou outros tipos, como resenha de livros e entrevistas.

 

Chamada

Chamada para publicação – Revista Documenta 5

A expressão convergência vem despertando discussões há quase três décadas. Com o advento das interfaces digitais nos anos 90, esta discussão se escalonou e nós, pesquisadores de novas tecnologias,  vimos o debate se dirigir não para a questão – já fechada – da convergência possível, mas sim a de qual seria o seu instrumento. Qual o veículo da convergência? O “teleputer” prognosticado por George Gilder na última década do século passado? O celular,  no início do século XXI? Ou o tablet, desta segunda década do novo milênio? Ou, quem sabe, nenhum deles e o importante é a convergência em si e seus resultados e não os meios através dos quais ela possa a vir a se concretizar? Este é o objetivo deste quinto número da revista “Documenta”. Discutir os caminhos da convergência digital conforme a vemos se delinear. Convergência Hoje. Convergência Futura. Os trabalhos devem ser enviados por e-mail ou CD, até 1º de maio,  para ivana.gouveia@grupoccaa.com.br e em texto impresso, via Sedex, para Av. Marechal Rondon 1.460, Riachuelo, Rio de Janeiro – RJ, CEP: 20.950-202, aos cuidados da Coordenação do Curso de Comunicação Social. Os Editores: Luiza Cruz – cruz.lb@gmail.com Lattes: http://lattes.cnpq.br/3929838008206646 César Garcia – cesar_garcia@uol.com.br Lattes – http://lattes.cnpq.br/5286452347176000


  • Diretrizes Editoriais

1 – Os trabalhos devem ser inéditos e originais. 2 – A Revista DOCUMENTA aceita publicar trabalhos nos seguintes formatos discursivos: artigo (entre 10 e 15 páginas), ensaio (entre 10 e 15 páginas), relato ou resumo de pesquisa (entre 5 e 10 páginas). A Revista também publica, a cada edição, uma entrevista com algum expoente na área (entre 3 e 5 páginas). Em edições especiais, a Revista poderá publicar um Ensaio Fotográfico em preto e branco, pertinente ao tema central da publicação, com até 10 imagens digitais, com texto explicativo e legendas das fotos. 3. Ilustrações, tabelas, gráficos, desenhos, fotografias ou outros recursos visuais devem ser encaminhados em CDR separado, enumerados com algarismos arábicos, com as respectivas legendas e a indicação, no texto, do lugar em que devem ser inseridos. 4.  Em caso de ensaio fotográfico, as fotos devem ser encaminhadas em arquivos digitais nos formatos TIF ou JPEG (compressão 7 ou superior), no tamanho final, com 225 dpi no mínimo. 5 – Os trabalhos serão apreciados pelo Conselho Editorial, que poderá sugerir reformulações, a fim de que atendam à proposta editorial da publicação. Os textos aprovados são revisados e corrigidos ou adequados aos padrões editoriais. Qualquer modificação significativa será previamente apresentada ao autor, para sua consideração. Os trabalhos que não atendam às orientações serão devolvidos para correção e ajuste. Aqueles que não forem aceitos pelo Conselho não serão devolvidos. Em qualquer dos casos, o autor será comunicado sobre o parecer do Conselho Editorial. A revisão tipográfica é de responsabilidade da equipe da revista. 6 – O autor do texto aprovado deverá ceder os direitos autorais à Waldyr Lima Editora por meio de carta de cessão de direitos (cujo modelo será fornecido pela Faculdade CCAA) devidamente assinada. Fica permitida a reprodução total ou parcial dos trabalhos aceitos para publicação, desde que citada a fonte. Os autores têm exclusiva responsabilidade pelos trabalhos por eles assinados e pelas opiniões que expressem, direta ou indiretamente, em seus respectivos textos. 7 – Os trabalhos devem ser enviados por e-mail ou CD para ivana.gouveia@grupoccaa.com.br e em texto impresso, via Sedex, para Av. Marechal Rondon, 1.460, Riachuelo, Rio de Janeiro – RJ, CEP: 20.950-202, aos cuidados dos Editores. Orientações e normas técnicas de apresentação do trabalho: 1 – Formatação dos textos: programa Word, papel A4, fonte Arial, corpo 12, espaço entre linhas 1,5 (um e meio), texto justificado, 1,0 cm de adentramento do parágrafo, 3,0 cm de margens esquerda e superior, 2,0 cm de margens direita e inferior, páginas numeradas.

  • Estrutura dos trabalhos:

1 – Elementos pré-textuais: a) Título: primeira linha, caixa alta, conciso, objetivo e claro. Se houver subtítulo, deve vir na linha seguinte, também em caixa alta. b) Nome e identificação do autor: duas linhas abaixo do título, alinhados à margem esquerda. Após o nome do autor, indicar formação acadêmica, instituição à qual está vinculado e e-mail para contato. c) Resumo do trabalho: três linhas abaixo da identificação do autor; entre 5 (cinco) e 10 (dez) linhas; versão em português, inglês e espanhol; colocar a palavra RESUMO em caixa alta, seguida de dois pontos; texto justificado, espaço simples; texto objetivo, conciso e claro, redigido de acordo com as normas de formatação textual da ABNT d) três palavras-chave que expressem os conceitos centrais do texto, em português, inglês e espanhol. 2 – Elementos textuais: a) Alinhamento: justificado em todo o texto; b) Espaçamento: 1,5 (um e meio) entre linhas e parágrafos, duplo entre partes do texto (citações diretas longas, tabelas, ilustrações, etc.); c) Citações conforme o seguinte: i) citação indireta (paráfrase): no corpo do texto, indicando-se o ano de publicação da obra, entre parênteses, após a menção do nome do autor; ii) citação direta: no corpo do texto, até 03 linhas, entre aspas. Acima de 03 linhas, fora do corpo do texto, em parágrafo separado, com um recuo de 4 cm a partir da margem esquerda, espaço entre linhas simples e em corpo 10. Após as citações, indicam-se, entre parênteses, nome do autor em caixa alta, ano de publicação da obra e número da página na qual se encontra a citação 3 – Elementos pós-textuais: a) Referências bibliográficas: somente aquelas efetivamente mencionadas no texto, e conforme normas da ABNT .

  • CRITÉRIOS EDITORIAIS

NORMAS ABNT – REFERÊNCIAS E CITAÇÕES – Nas citações indiretas (paráfrases): a paráfrase aparece no texto. Indica-se o ano de publicação da obra, entre parênteses, após a menção do nome do autor. – Citações diretas curtas (de até 3 linhas): a citação aparece no texto e entre aspas. Indica-se, entre parênteses, o ano de publicação da obra e o número da página onde se encontra a citação após a menção do nome do autor. – Quando houver destaque no original da obra, acrescenta-se a expressão “grifo do autor”. Quando o destaque for dado pelo autor do artigo, acrescenta-se a expressão “grifo nosso”. – Há outra opção para citações diretas curtas. A citação aparece no texto, entre aspas, indicando-se, após a citação, entre parênteses, o sobrenome do autor em caixa alta, além da data e da página. – Citações diretas longas (mais de 3 linhas): a citação aparece destacada em parágrafo separado com um recuo de 4cm a partir da margem esquerda e em corpo 10. Após a citação, indica-se, entre parêmteses, nome do autor em caixa alta, ano de publicação da obra e número da página onde se encontra a citação. – Variações em citações diretas curtas e longas: além dos critérios já mencionados, podem ocorrer as variações descritas a seguir. a) Quando há 2 autores de uma mesma obra: (KOCH; TRAVAGLIA, 2001, p. 21) b) Quando a citação aparece originalmente também como citação na obra de um determinado autor: (VIANNA, 1986, p. 172 apud SEGATTO, 1995, p.214-215) c) Quando há supressão de parte do texto na citação, usar [...]:

  • REFERÊNCIAS

Os elementos essenciais de cada tipo de referência estão indicados abaixo. A pontuação, os atributos (caixa alta, itálico, etc.), assim como os “espaços”, têm que ser seguidos à risca. 1. Livros 1.1 Somente 1 autor: indica-se o autor (sobrenome em caixa alta seguido de vírgula e primeiro/segundo nome por extenso em caixa alta e baixa ou somente as iniciais), o título da obra em itálico, o local de publicação, a editora e o ano de publicação. KOCH, Ingedore Villaça. A Coesão Textual. São Paulo: Contexto, 1997. ou KOCH, I. V. A Coesão Textual. São Paulo: Contexto, 1997. 1.2 Dois ou três autores: (atenção para a separação dos nomes com ponto e vírgula) KOCH, Ingedore Villaça; TRAVAGLIA, Luiz Carlos. A Coerência Textual. São Paulo: Contexto, 2001. 1.3 Mais de 3 autores: (usar a expressão “et al”) DUBOIS, Jean et al. Dicionário de lingüística. São Paulo: Cultrix, 1993. 1.4 Artigo, capítulo, etc. de um autor dentro da obra de outro autor: (o destaque em itálico é aplicado no título da obra principal) GRACIA, Carmen. El sorollismo: una aventura insólita. In: PEEL, Edmund. Joaquín Sorolla y Bastida. Barcelona: Polígrafa, 1996. 1.4.1 Artigo, capítulo, etc. de um autor dentro de uma obra do mesmo autor: (o destaque em itálico é aplicado no título da obra principal) GARCÍA LORCA, Federico. Conversaciones Literarias. In: ______. Obras Completas. Madrid: Aguilar, 1960. IMPORTANTE: O USO DE 6 TRAÇOS ( ______ ) INDICA QUE O AUTOR É O MESMO JÁ MENCIONADO. ISSO É VÁLIDO TAMBÉM PARA QUANDO HÁ MAIS DE UMA OBRA DO MESMO AUTOR RELACIONADA NA BIBLIOGRAFIA. DELIBES, M. Cartas de un sexagenario voluptuoso. Barcelona: Destino, 1983. ______. Cinco horas con Mario. Barcelona: Destino, 1981. 1.5 Quando o crédito não é de autor, e sim de organizador da obra: (usa-se a sigla “Org.”) SOVIK, Liv. (Org.). Da diáspora: identidades e mediações culturais. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2003. 1.6 Quando o autor é pessoa jurídica, organização, etc.: (a chamada da referência é pelo nome da instituição, todo em caixa alta) REAL ACADEMIA ESPAÑOLA. Diccionario de la Lengua Española. Edición en CD-ROM. Multiplataforma. Versión 1.1. Madrid: Espasa-Calpe, 1998. 1 CD-ROM. Não paginado. 3.2.2 Revistas — artigo em revista: indica-se o autor (sobrenome em caixa alta seguido de vírgula e primeiro/segundo nome por extenso em caixa alta e baixa ou somente as iniciais), o título do artigo, o nome da revista em itálico, a descrição da revista (esse elemento é opcional), o local de publicação, o número e/ou volume da revista, o número das páginas onde aparece o artigo, o mês e o ano de publicação. MIQUEL, L.; SANS, N. El componente cultural: un ingrediente más en las clases de lengua. Cable. Revista de didáctica del español como lengua extranjera, Barcelona, n. 9, p. 15-21, abr. 1992. 3.2.3 Jornais — artigo em jornal: indica-se o autor (sobrenome em caixa alta seguido de vírgula e primeiro/segundo nome por extenso em caixa alta e baixa ou somente as iniciais), o título do artigo, o nome do jornal em itálico, o local de publicação, o número das páginas onde aparece o artigo, o mês e o ano de publicação. Se o artigo aparece em suplemento ou caderno especial, esse elemento também pode ser indicado, mas é opcional. TECGLEN, Eduardo Haro. La Espanã del Desembarco. Así éramos en los años 40. El País, Madrid, p. 78-100, jun. 1994. Suplemento. 3.2.3 Internet — artigo em página da internet: indica-se o autor (sobrenome em caixa alta seguido de vírgula e primeiro/segundo nome por extenso em caixa alta e baixa ou somente as iniciais), o título do artigo em itálico, o local de publicação ou a sigla [S.l.], ou seja, sem indicação de local e o ano de publicação. Acrescenta-se o endereço do site depois da expressão “disponível em:”. O endereço aparece entre < >. Indica-se também a data de acesso após a expressão “acesso em:” e como, nomalmente, esse tipo de artigo não é paginado, usa-se a expressão “não paginado” no final da referência. ARANGUREN, Miguel. Tiempo de silencio. [S.l.], 2001. Disponível em: <http://www.autorescatolicos.org/miguelarangurentiempo.htm>. Acesso em: 17 nov. 2004. Não paginado. 3.2.4 Filmes, DVDs: Indica-se o nome do filme com a primeira palavra em caixa alta, o diretor, o produtor, a produtora, o ano de lançamento e a quantidade de fitas, DVDs, etc., além da duração em minutos. TODO sobre mi madre. Direção: Pedro Almodóvar. Produção: Agustín Almodóvar. Madrid: El Deseo, SA; Renn Productions; France 2 Cinema, 1999. 1 DVD (97 min). 3.2.5 Obra em CD-ROM: indica-se o autor (sobrenome em caixa alta seguido de vírgula e primeiro/segundo nome por extenso em caixa alta e baixa ou somente as iniciais), o título da obra em itálico, a versão, o local de edição, a editora e o ano de edição. Acrescenta-se o número de CDs. Usa-se a expressão “não paginado” quando for o caso. HOUAISS, A. Dicionário Eletrônico da Língua Portuguesa. Versão 1.0. Rio de Janeiro: Objetiva, 2001. 1 CD-ROM. Não paginado. 4. NOTAS DE RODAPÉ As notas de rodapé são apenas explicativas. Não são usadas para bibliografia.